Quinta, 21 de Setembro de 2017

Banner
Você está em Boa Forma

Óleo de coco

O óleo de coco é obtido a partir do coco maduro, que pode ser fresco ou seco.

Ele é rico em ácido fenólico que é uma substância antioxidante, em ácidos láurico e caprílico, apresenta propriedades funcionais, obtendo assim diversos benefícios à saúde. É um tipo especial de gordura saturada, sem colesterol, que é rapidamente absorvida e transformada em energia no fígado, não se acumulando como gordura, podendo assim auxiliar no emagrecimento devido ao seu efeito termogênico, que aumenta o gasto energético do organismo, além de causar saciedade.

Auxilia na prevenção e tratamento de doenças cardiovasculares, reduzindo os níveis de colesterol total, triglicérides, LDL e VLDL colesterol e aumentando as taxas de HDL colesterol. O óleo de coco possui atividade antiviral e antibacteriana, sendo demonstrado em diversos estudos suas ações em casos como candidíase e gastrite bacteriana.

O óleo de coco pode ser consumido em uma quantidade de 1 a 2 colheres ao dia, e recomenda-se começar seu consumo com uma pequena quantidade e ir aumentando o consumo gradualmente. O consumo excessivo pode levar a enjôo e mal estar. Portanto procure um profissional Nutricionista para melhor orientação.

Devido a sua estabilidade pode, também, ser utilizado para finalizar pratos quentes.
Dica de uso: substitua a manteiga nas pipocas pelo óleo de coco.
Adicione em preparações frias como: saladas, sucos, shakes, misturado à granola, iogurte, salada de frutas etc.
http://nutricionista-tatianemelo.blogspot.com.br/2012/03/oleo-de-coco.html

Chia, uma semente que elimina gordura

A CHIA é uma semente originária do México, riquíssima em ômega 3, o que a torna um bom aliado protetor do coração e do cérebro. O ômega 3 tem ação benefica em problemas cardiovasculares, estados depressivos, inflamação, doenças auto-imunes, diabetes mellitus, triglicerídeos,osteoporose entre outros.

E como são isentas de glúten, são uma excelente opção também para celíacos.
COMPOSIÇÃO
As sementes de chia são ricas em antioxidantes, cálcio, ferro, fósforo, selénio, potássio e magnésio. São ainda uma boa fonte de proteínas, apresentando todos os aminoácidos essenciais, e de fibras solúveis e insolúveis.

Análise nutricional (por 100g):
Energia: 2471 KJ / 595 Kcal
Proteínas: 16g
Hidratos de carbono: 44g
Lípidos: 31g
Ela possui:
8 vezes mais ômega 3 do que o salmão
12 vezes o próprio peso: é o que ela absorve de água
3 vezes mais ferro do que o espinafre
6 vezes mais cálcio do que o leite integral
15 vezes mais magnésio do que o brócolis
2 vezes mais potássio do que a banana

BENEFÍCIOS:

Saciedade: possuem sementes mucilaginosas, ou seja, ricas em fibras que formam um gel pectinoso incolor ao entrarem em contato com a água, tornando a digestão torna-se mais lenta e causando saciedade.
Reduz colesterol: devido a ação das fibras sobre o colesterol exógeno ( da dieta)
Combate inflamação:  a gordura excessiva causa um processo inflamatório no organismo, onde agem liberando citocinas inflamatórias agravando ainda mais a inflamação, com isso o organismo deixa de enviar mensagens de saciedade ao cérebro. A partir daí o individuo começa a apresentar uma fome descontrolada. O ômega 3 presente  na chia, na linhaça e no óleo de peixe combate essa inflamação, auxiliando na perda de peso.
Auxilina na formação óssea: devido a presença de cálcio
Auxilia na imunidade: devido a presença de vitaminas e ômega 3

Desintoxica: a fibra auxilia na regulação do trânsito intestinal, eliminando as toxinas por meio das fezes.

Controla a glicemia: devido a fibra e a ação do ômega 3 sobre a resistência insulínica
Auxilia no controle da azia: Ajuda a absorver o excesso de ácido. Para isso é necessário consumir 1 colher de chá de sementes de chia dissolvidas durante alguns minutos num pouco de água.

Auxilia no controle da pressão arterial: devido a sua composição de minerais.

COMO CONSUMIR

Para consumir as sementes basta misturá-las, inteiras ou moídas, em muesli, iogurtes, saladas, batidos, sopa, pratos de massa ou água.
Moídas podem substituir uma quantidade da farinha em receitas de pão, biscoitos ou bolos.
Pode ainda misturar uma colher de sopa de sementes a 250 ml de água (aumentam cerca de 9 vezes o seu volume), deixar repousar uns minutos e beber simples, misturado com sumo de limão ou com batidos de frutas.
Pode também usar as sementes dissolvidas em água em algumas receitas como substituto do ovo.
As sementes de chia, ao contrário das de linhaça, não precisam ser cozidas ou moídas para se usufruir dos seus nutrientes, pois são facilmente digeridas.

Postado por Dra. Cybelle M. Cruvinel

Fonte: http://www.asuanutricionista.com/2011/10/chia-uma-semente-que-elimina-gordura.html

 

30 dicas contra a ansiedade(alimentar)

1. A finalidade não é “deixar de sentir ansiedade” mas aprender a lidar com ela. 2. Fazer “regime” é grande fonte de ansiedade. “Regime” está ligado à punição, privação, frustração. É “tudo ou nada” ou a gente faz e “não come” ou não faz e devora o que vem a frente. Troque o “regime” por uma orientação nutricional personalizada, equilibrada e SABOROSA! Quem faz regime quer resultados para ontem...

3. Não tente abreviar o processo bancando a “faquir”, pulando refeições ou jejuando para “ir mais rápido”. Além de não adiantar, sua ansiedade será aumentada e você irá direto para o prato. Não fique sem comer por mais de 3 ou 4 horas. Favorece os ataques de comer.

4. É normal sentir ansiedade diante de situações novas e não previstas . Planeje, dentro do seu estilo de vida, horários aproximados e constantes para suas refeições e o que irá comer. Você se acostumará a sentir fome nestes horários.

5. Fome não é catástrofe! Quando senti-la, calma! Observe que sentirá sensações diferentes da “vontade de comer” (um certo vazio no estômago, às vezes fraqueza, etc). Não vá como uma doida para qualquer alimento. Aceite-a tranqüilamente como uma sensação saudável do seu organismo que você irá satisfazer com a comida que foi planejada, ingerida lentamente, muito bem mastigada, concentrando-se “com todos os sentidos”, saboreando cada bocado, fazendo pausas entre as garfadas. De quando em quando preste a atenção na sensação de saciedade que está aparecendo. Pergunte-se “ainda estou com fome?” Se estiver, coma um pouco mais, senão pare! ACOSTUME-SE A COMER PORQUE TEM FOME E NÃO PORQUE HÁ COMIDA DISPONÍVEL.

6. Claro que existem alimentos que devem ser ingeridos dentro de limites, mas não os elimine. Cuidado com “alimentos proibidos!” Dão muita ansiedade, tentação, depois culpa e sensação de “estar tudo perdido!” Não “tranque a boca!” Abra-a com RESPONSABILIDADE!

7. Pior que “sair da dieta” é “achar que saiu da dieta”. A culpa, a sensação de fracasso, leva a uma baita ansiedade que poderá levá-la a comer muito mais. O problema de um bombom a mais é levar à caixa toda, como forma de autopunição.

8. Aceite seus “escorregões”.Encare esses episódios com serenidade. Caiu? Levanta! Errou? Corrige! Falhas ocorrerão e deverão ser encaradas como oportunidades para aprendizagem!

9. INCLUA O PRAZER NA SUA DIETA E EM TODO O SEU ESTILO DE VIDA. Mudar estilo de vida é mudar hábitos. Um novo comportamento só irá se constituir um hábito se for prazeroso.Prazer na comida sim senhora! Comida monótona, ruim, sem gosto leva ao desânimo! AGORA, PRAZER NÃO É QUANTIDADE MAS QUALIDADE! É DADO PELO TEMPO EM QUE MANTEMOS PEQUENA PORÇÃO DO ALIMENTO EM CONTATO COM A PAPILA GUSTATIVA!

10. Da mesma forma, faça exercícios físicos que lhe dêem prazer. O melhor exercício é aquele que, mesmo cansada hoje, você sente vontade de fazê-lo amanhã e não o que é só uma obrigação chata que você não vê a hora de se livrar.

11. Não fique o dia todo pensando em sua dieta e maldizendo-se porque é gorda. Aprimore os outros aspectos da sua vida. Divirta-se, leia, encontre seus amigos! FAÇA! AUMENTE SUAS FONTES DE PRAZER! NÃO EVITE SITUAÇÕES “PORQUE ESTÁ GORDA”.

12. Pergunte-se o que você espera do emagrecimento! Não espere resolver todos os seus problemas adquirindo uma silhueta mais fina! O desapontamento pode ser grande...

13. Verifique se não está havendo uma “ligação direta” da ansiedade decorrente de dificuldades de resolver problemas no dia a dia com a comida. O único “problema” que a comida resolve é o da fome e da nutrição. Os demais precisarão de outras alternativas.

14. Cuidado com os falsos padrões de beleza, inatingíveis para a maioria das pessoas! A busca de um falso objetivo torna-se muito angustiante! Não existe beleza sem saúde e você pode ser bonita sim, sem renunciar à sua individualidade. Desenvolva uma “identidade estética!” Seja você mesma!

15. Fuja do mito do “peso ideal”. Troque-o por “PESO VIÁVEL”. Aquele clinicamente saudável, que a deixe bonita e que seja fácil manter. RESPEITE SEU TIPO FÍSICO.

16. DESENVOLVA SUA AUTO-ESTIMA OU ESTARÁ SEMPRE ANSIOSA E INSATISFEITA! Lembre-se que, tão importante como SER ou ESTAR bonita É SENTIR-SE BONITA! Beleza é uma questão de imagem e AUTO – IMAGEM!

17. Não tenha pressa para emagrecer. Você ficará ansiosa, frustrada, sempre com a sensação de que “não está dando certo” e daí para a comida é um pulo...

18. Cuidado com a “balançomania”. Pesar-se toda hora, todo dia traz enorme grau de frustração. A flutuação de peso é esperada e mal interpretada é realmente angustiante.

19. O stress é companheiro da ansiedade. Desenvolva mecanismos anti-stress. Pratique atividades prazerosas, alguma forma de relaxamento, alguma atividade esportiva recreativa e não competitiva, administre seu tempo. Faça aquilo que você pode realmente fazer em determinada situação. Não se preocupe com o que não pode ser feito! Não adiante nada e você ficará menos ansiosa. INCLUA-SE EM SUA AGENDA!

20. A compulsão alimentar é disparada pela ansiedade. Identifique os primeiros sinais de risco (pensamentos, situações, emoções etc) e faça algo que seja prazeroso e incompatível com ato de comer. Tenha consigo uma lista destas atividades e as acione ao primeiro sinal de ansiedade. Visitar ou telefonar para uma amiga, fazer uma atividade física, digitar um trabalho no computador, escrever, pintar ou fazer um trabalho de argila etc.

21. Adie o mais possível a satisfação do impulso de comer. Se ao sentir os primeiros sinais de ansiedade você der uma caminhada verificará que sua “vontade” de comer diminuiu! O tempo é seu grande aliado!

22. Não tenha alimentos de risco em casa. Se você sentir-se ansiosa para devorar chocolate e tiver que sair para comprá-lo ganhará tempo. Compre só uma unidade. Volte para casa, anote no seu diário alimentar que irá comê-lo. Espere cinco minutos e coma-o lentamente. O chocolate não foi proibido e o impulso foi bastante enfraquecido. Se estiver ansiosa por um bolo, prepare-o. Não o tenha em casa.

23. ALGUMAS FORMAS DE ANSIEDADE ALIMENTAR DECORREM DE PROBLEMAS PSICOLÓGICOS NÃO RESOLVIDOS: afetivos, conjugais, de relacionamento, sexuais, timidez excessiva, depressão, etc. NÃO EXITE EM PROCURAR AJUDA DE UM PROFISSIONAL. Muitas vezes estes fatores mantém uma obesidade e, tratados, levam a pessoa ao emagrecimento.

24. Determinados momentos da vida, mal avaliados, geram grande ansiedade. A mãe que criou seus filhos pode sentir-se “sem função”. Suas fontes de prazer escasseiam e a comida poderá ser priorizada. Se você criou e encaminhou seus filhos, parabéns! Mas a vida não acabou! Faça um curso, reuna suas amigas, vá a uma academia! Cultive outras formas de prazer!

25. VIVA O DIA DE HOJE! Ontem já se foi e o amanhã ainda não veio! O tempo é HOJE!

26. Valorize o que você já fez. Não fique lamentando o que não fez ou o que deveria ter feito!

27. Estabeleça metas viáveis. Por exemplo, começar a caminhar dez minutos todos os dias esta semana. Certamente poderá cumpri-las. Propostas do tipo “vou correr 10 km por dia”, se você é sedentária, são descabidas e causam frustração. Gratifique-se a cada meta conquistada!

28. Você deve emagrecer, por sua saúde, sua beleza, sua vontade. Não para agradar quem quer que seja. Desenvolva uma motivação interna.

29. VIVA ENQUANTO EMAGRECE. NÂO ESPERE EMAGRECER PARA VIVER.

30. COMA QUANDO TIVER FOME! NÃO COMA QUANDO ESTIVER ANSIOSA!

Fields of Greens (Fibras Verdes)

Fields of Greens incorpora os benefícios nutricionais dos jovens brotos verdes da cevada, alfafa,folha de trigo e caiena, além do benefício adicional do picolinato de cromo.

Leia mais...

Pilates: o que é, de onde veio, serve pra que e a quem atende?

“Se um indivíduo tem 20 anos e está encurtado, é um velho. Porém se tem 60 anos e tem flexibilidade e força é um jovem”. Joseph Pilates

 

Leia mais...

20 dicas para emagrecer com alimentação e exercícios

Regras básicas: 1. Nunca esqueça que o carboidrato deve fazer parte de pelo menos 60% da maioria das refeições do dia, (desjejum e almoço) pois é fonte de energia e ativador metabólico.

Leia mais...

8 dicas para render mais na academia

Em algum momento da vida de um homem esportista, a monotonia ao malhar aparece.É difícil permanecer constantemente motivado quando sua vida está atarefada ou você tem outros interesses que tirem seu foco.

Leia mais...

Pagina 1 de 40


Warning: Illegal string offset 'active' in /home/sitemedico/sitemedico.com.br/site/templates/ja_teline_iii/html/pagination.php on line 129

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/sitemedico/sitemedico.com.br/site/templates/ja_teline_iii/html/pagination.php on line 135

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/sitemedico/sitemedico.com.br/site/templates/ja_teline_iii/html/pagination.php on line 129

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/sitemedico/sitemedico.com.br/site/templates/ja_teline_iii/html/pagination.php on line 135

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/sitemedico/sitemedico.com.br/site/templates/ja_teline_iii/html/pagination.php on line 129

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/sitemedico/sitemedico.com.br/site/templates/ja_teline_iii/html/pagination.php on line 135

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/sitemedico/sitemedico.com.br/site/templates/ja_teline_iii/html/pagination.php on line 129

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/sitemedico/sitemedico.com.br/site/templates/ja_teline_iii/html/pagination.php on line 135

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/sitemedico/sitemedico.com.br/site/templates/ja_teline_iii/html/pagination.php on line 129

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/sitemedico/sitemedico.com.br/site/templates/ja_teline_iii/html/pagination.php on line 135

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/sitemedico/sitemedico.com.br/site/templates/ja_teline_iii/html/pagination.php on line 129

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/sitemedico/sitemedico.com.br/site/templates/ja_teline_iii/html/pagination.php on line 135

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/sitemedico/sitemedico.com.br/site/templates/ja_teline_iii/html/pagination.php on line 129

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/sitemedico/sitemedico.com.br/site/templates/ja_teline_iii/html/pagination.php on line 135

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/sitemedico/sitemedico.com.br/site/templates/ja_teline_iii/html/pagination.php on line 129

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/sitemedico/sitemedico.com.br/site/templates/ja_teline_iii/html/pagination.php on line 135

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/sitemedico/sitemedico.com.br/site/templates/ja_teline_iii/html/pagination.php on line 129

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/sitemedico/sitemedico.com.br/site/templates/ja_teline_iii/html/pagination.php on line 135

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/sitemedico/sitemedico.com.br/site/templates/ja_teline_iii/html/pagination.php on line 129

Warning: Illegal string offset 'active' in /home/sitemedico/sitemedico.com.br/site/templates/ja_teline_iii/html/pagination.php on line 135