Domingo, 20 de Agosto de 2017

Banner
Você está em Saúde Saúde do Homem Perguntas e respostas sobre disfunçaõ erétil

Perguntas e respostas sobre disfunçaõ erétil

Você será questionado sobre o período de tempo

 

1. O que é a disfunção erétil? A disfunção erétil é o surgimento de problemas persistentes na obtenção da ereção ou na manutenção da ereção por tempo suficiente para que a relação sexual seja finalizada. Diversos homens têm problemas de ereção ocasionais ou temporários, mas isso não significa que tenham disfunção erétil. Para que o problema seja diagnosticado como disfunção erétil deve ocorrer regularmente. Não ocorre toda vez que um homem deseja ter uma relação sexual, mas ocorre com freqüência.

2. Impotência e disfunção erétil são a mesma coisa? Esses dois termos eram tidos como sendo a mesma coisa, mas o termo mais exato é disfunção erétil. A impotência inclui a disfunção erétil, mas pode igualmente significar outras coisas como medo de falhar, estresse, ansiedade, depressão e baixa auto-estima.

3. Com que freqüência ocorre a disfunção erétil? Mais de 152 milhões de homens em todo o mundo sofrem de disfunção erétil . Infelizmente, menos de 10 por cento dos homens procuram tratamento.

4. Como posso saber se tenho disfunção erétil? Para diagnosticar e avaliar a DE, o médico vai necessitar da anamnese e de um exame físico completo. Primeiramente, é importante estar certo de que você tem a DE e não outra forma de disfunção sexual. Lembre-se de que a disfunção erétil inclui ter problema persistente de obter ou manter a ereção pelo tempo necessário a uma relação sexual completa.

PERGUNTAS SOBRE AS CAUSAS

1. A disfunção erétil é parte normal do envelhecimento? À medida que envelhecem os homens podem observar que é mais demorado obter uma ereção, que suas ereções podem não ser tão duradouras como costumavam ser, ou que é mais demorado chegar ao clímax.

Essas mudanças normais relativas ao envelhecimento não devem ser confundidas com a DE, que não é parte inevitável do envelhecimento, e que, quando ocorre, é altamente tratável.

2. Existe cura para a disfunção erétil? Na maioria dos casos a disfunção erétil não pode ser curada, porém em diversos casos pode ser verdadeiramente curada. De fato, hoje existem novas opções que podem auxiliar o homem a responder efetivamente à estimulação sexual.

3. O que causa a disfunção erétil? Qualquer doença que interfira com a seqüência física de eventos necessários à produção da ereção pode causar a disfunção erétil, particularmente qualquer condição que afete o fluxo do sangue para o pênis durante a estimulação sexual. Algumas das condições de saúde comumente associadas à DE incluem doenças do coração, pressão alta e diabetes.

4. Ouvi dizer que certos medicamentos podem provocar a disfunção erétil é verdade? Determinados medicamentos indicados para outros problemas de saúde podem causar a disfunção erétil como efeito colateral. Nesses incluem-se os remédios usados no tratamento da pressão alta, doenças do coração, alergias, depressão, ansiedade, disfunção alimentar e úlceras.

5. É importante seguir o conselho do seu médico ou profissional do setor de saúde para que você possa tomar os remédios da forma prescrita. Converse com o seu profissional de saúde sobre os medicamentos ou produtos vendidos sem receita médica que você possa estar tomando, porque pode ser que ele prescreva um outro remédio.

6. Existem outros fatores de risco? Alguns "hábitos ligados ao estilo de vida" podem também afetar suas ereções. Nesses se incluem fumar, ingerir bebidas alcoólicas em demasia e estar com peso excessivo. Seria uma excelente idéia para sua saúde geral parar de fumar, beber apenas com moderação e alcançar e manter um peso saudável.

7. Que posso fazer para prevenir a disfunção erétil? Como a disfunção erétil é associada a determinados fatores de risco, como fumar, estar com peso acima do ideal e beber em demasia, é possível reduzir a probabilidade de ter disfunção erétil tomando cuidados com sua saúde e assumindo mudanças em seu estilo de vida. Uma vez que os remédios podem igualmente aumentar o risco de se obter a disfunção erétil, faça seu médico sempre saber dos remédios sem receita médica que você está tomando.

PERGUNTAS SOBRE O TRATAMENTO DA DISFUNÇÃO ERÉTIL

1. Como são os tratamentos da disfunção erétil? As opções de tratamento atuais incluem: - Inibidores de PDE5 - Outro medicamento de prescrição oral - Terapia com injeções - Comprimido para inserção uretral - Dispositivos de vácuo - Implantes cirúrgicos - Medicamentos à base de ervas e vendidos sem receita médica. - Para melhor avaliar ou utilizar qualquer tratamento para a disfunção erétil, consulte seu profissional do setor de saúde.

2. Em que proporção o tratamento funciona? Todos os tratamentos da disfunção erétil funcionam, porém de forma diferente em diferentes pessoas. Você e o seu médico decidirão que tratamento é melhor para o seu caso. É importante decidir e fazer o tratamento ditado por seu profissional do setor de saúde de forma correta para obter o melhor resultado. A prescrição de remédios para a disfunção erétil funciona bem para diversos homens, mas não para todos.

3. Como saber qual é o melhor tratamento para mim? Converse primeiramente com o seu profissional de setor de saúde sobre todas as opções de tratamento e tome junto com ele a melhor decisão para você. Converse com a sua parceira. Dê uma chance para os novos tratamentos. Às vezes, especialmente se já houver um longo tempo que você não tem relações sexuais, o tratamento não funciona ao máximo na primeira tentativa. Se um tipo de tratamento não dá o resultado que se espera, outras opções podem funcionar de modo que você não deve desistir.

PERGUNTAS SOBRE COMO PROCURAR TRATAMENTO

1. Aonde devo ir para ser ajudado? Procurar tratamento para a disfunção erétil pode parecer estranho. Comece sempre falando com o seu profissional do setor de saúde para se inteirar da melhor terapia para o seu caso.

2. Como é feito o diagnóstico? O seu médico fará uma série de perguntas a você sobre os seus sintomas, sua saúde geral e seu estilo de vida. Comumente, faz um exame físico e podem pedir alguns testes de laboratório.

3. Que perguntas o médico fará? Seu médico perguntará sobre sua história médica e sobre seu estilo de vida. Algumas dessas perguntas podem ser embaraçosas e desagradáveis, mas são importantes. Você será questionado sobre o período de tempo em que vem tendo problema de ereção e se o problema começou de repente; se foi surgindo devagar, com o tempo; se acontece todas as vezes ou apenas ocasionalmente. Pode haver perguntas até mais desagradáveis, uma vez que você será perguntado se isso ocorre apenas quando está com sua parceira; se você tem parceiros múltiplos e se há diferença entre suas ereções quando com parceiros diversos. Você também será perguntado sobre a estimulação, a rigidez e sobre a duração de suas ereções. O médico fará também uma revisão de seu histórico médico com relação a cirurgias, medicamentos e estilo de vida.

4. O que o médico procura durante o exame físico? No exame físico o médico procura sinais físicos de doenças subjacentes como o diabetes, pressão alta ou doença do coração. Os exames físicos variam e podem incluir exame do pênis e do reto.

5. Haverá testes de laboratório? Seu médico poderá testar seu nível de testosterona. Os níveis de testosterona podem ser uma indicação do problema e o médico pode optar pela suplementação de testosterona. Se você tiver disfunção erétil e baixa testosterona, obter testosterona extra pode ajudá-lo a responder melhor à terapia de disfunção erétil.

Fonte: Bayer